Pãozinho de Abóbora Multigrãos

Fazer pão em casa pode requerer um pouco de tempo e prática, mas não é complicado como a maioria das pessoas pensa… e acredite, vale a pena! Experimente esse Pãozinho de Abóbora Multigrãos, delicioso no café da manhã ou lanches.

paozinho-de-abobora-assinado

Advertisements
Panquequinhas de Chia e Limão

Panquequinhas de Chia e Limão

No café da manhã ou nos lanches, essa Panquequinha de Chia e Limão vai muito bem! Ela fica fofinha, como as tradicionais americanas, mas tem os benefícios da chia:

  • fibras solúveis que promovem uma maior sensação de saciedade e controlam o colesterol e açúcar no sangue.
  • ômega 3, gordura boa que atua como anti-inflamatório e ajuda na prevenção de diversas doenças inflamatórias, cardiovasculares, câncer, esclerose, entre outras;

Note que na receita não é acrescentado nem sal nem nenhum açúcar, assim podem ser servidas com acompanhamentos doces (mel, melado, geleia, frutas, iogurte…) ou salgados (queijos, manteiga…) ou até mesmo sem acompanhamento algum.

Panquequinhas de chia e Limão

(PANCs – Parte 2) Frutos de Pupunha

                       pupunha DSC_0324

A Palmeira Pupunha é muito cultivada no Brasil para o aproveitamento do palmito. Na Amazônia, porém, os frutos também possuem papel importante na dieta por serem fonte de energia proveniente de amido e lipídeos. Além disso, são ótima fonte de carotenoides, precursores da vitamina A (importante para a pele e visão) e antioxidantes que podem reduzir o risco de doenças crônicas não transmissíveis.

Há algumas semanas tenho observado as Palmeiras Pupunha em nosso quintal começarem a dar frutos. Os frutos foram amadurecendo, ganhando cor, e foram chamando cada vez mais minha atenção. Pesquisei e me certifiquei que sim, os frutos são comestíveis quando cozidos. Crus não, devido à grande quantidade de oxalato de cálcio, que irrita a boca e a garganta.
A única dificuldade seria descobrir uma forma de apanhá-los, já que as  palmeiras tem cerca de 30 metros de altura, mas, felizmente, eu me casei com um especialista em técnicas verticais!

Blog2

Ele escalou uma das palmeiras, e colheu três cachos grandes e fartos como o da foto:

pupunha 01pupunha 02

Tirei-os do cacho, selecionando os melhores: alguns estavam já um pouco passados, com a casca muito rachada e começando a deteriorar por dentro. Os bons eu coloquei na panela de pressão, cobri com água e levei ao fogo por cerca de 1 hora após levantar fervura. Desliguei o fogo e deixei na panela até a pressão sair sozinha. Quando mais cozido, menos fibroso e mais doce ele fica.
Retirei os frutos da panela, descasquei e tirei a semente (que separei, lavei e guardei). E experimentei, é claro, porque estava louca de curiosidade e vontade, já que a casa estava tomada por um cheiro incrível de dar água na boca. Pode-se comê-los assim mesmo, puro com sal ou também com manteiga, como é comum no norte do país. A textura é um pouco como a da mandioca e da batata doce, mas um pouco mais fibrosa e o sabor lembra a castanha portuguesa (bem como observou a Neide Rigo em seu blog, Come-se).
Comemos alguns puros e o restante eu bati no liquidificador, e formou-se uma farinha. Essa farinha eu usei pra fazer purê e pão, super aprovados! As receitas seguem abaixo:

Pão de Pupunha Purê de Pupunha

Sementes
As sementes que eu retirei dos frutos, lavei e guardei. Batendo cuidadosamente com um martelo, a casca se parte e podemos comer a castanha de dentro, que é um pouco fibrosa, mas muito saborosa. Na próxima vez que eu fizer o pão, colocarei os coquinhos na massa! Parece bom, não?

DSC_0315

Para saber mais:

– Livro Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil – Guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas – Valdely Ferreira Kinupp e Harri Lorenzi – 2014

– Blog Come-se – Nutricionista Neide Rigo

 

Pão Integral

Atendendo aos pedidos, compartilho essa semana a minha receita de Pão Integral (sem leite e sem ovos) que faço sempre no Canto dos Pássaros – Hospedagem & Camping.
Fazer pão pode não ser das receitas mais rápidas, mas o resultado certamente vale a pena. Impossível comparar o sabor e a textura de um pão integral fresquinho, feito em casa, àqueles industrializados. Você vai ganhar no paladar e na saúde. Então mãos na massa!

Pão Integral

Panqueca de Maçã

A maçã e a canela agregam nutrientes, aroma e muito charme à tradicional receita de panqueca.
Experimente esta versão (que também utiliza aveia e não necessita leite e ovos) no café da manhã e inicie o dia repleto de energia e saúde!

Panqueca de Maçã

Costumo utilizar a maçã Fugi em receitas porque ela é mais aromática e saborosa. É claro que é possível substituir por outro tipo de maçã, a receita ficará igualmente nutritiva!

Categorias:
– Café da manhã e lanches
– Vegana