Sorvete de Atemoia

Atemóia

Originária das regiões tropicais do Peru, Equador e Colômbia, a atemoia é uma planta híbrida, resultado do cruzamento entre a cherimóia e a fruta do conde.
Cultivada no sul e sudeste do Brasil, sua sazonalidade vai de abril a agosto, de acordo com o Ceagesp.
Dentre as características nutricionais podemos destacar os carboidratos e fibras dietéticas, além da presença de um bom teor de potássio e uma pequena quantidade de cálcio e magnésio.
Sua polpa é de sabor bem doce e pode ser consumida pura, em sucos e sobremesas. Minha sugestão é fazer com ela um sorvete, natural e irresistível!

Sorvete de Atemóia

 

(PANCs – Parte 3) Hibisco e Maria-Sem-Vergonha

Utilizar flores na alimentação é uma belíssima forma de agregar nutrientes e sabor à preparações simples.

Hibisco - CópiaAs sépalas do cálice da flor de Hibisco (também conhecido como Vinagreira ou Rosela) possuem sabor levemente azedinho, e o que mais se destaca é a linda cor vermelha que conferem a qualquer preparação. São bastante utilizadas na forma de chá, porém suas utilidades culinárias vão além: os cálices podem ser utilizados em molhos, chutneys, pães, sobremesas e outras bebidas. Na culinária nipo-brasileira os cálices são utilizados para fazer uma conserva, Hana-umê.

20150620_114922_Richtone(HDR)A Maria-Sem-Vergonha nasce espontaneamente em quase todo quintal aqui na região Sudeste, fazendo jus ao nome, e floresce o ano todo. Quem, quando criança, nunca provou uma destas flores ou utilizou para fazer “comidinhas” nas brincadeiras infantis? Pois saiba que as flores de maria-sem vergonha podem ser consumidas cruas ou cozidas, em geral em saladas, sobremesas ou como decoração comestível em outras preparações.

Abaixo compartilho três receitas elaboradas com estas flores. E asseguro que, além de lindas, ficaram também muito saborosas!

Pão de Hibisco

Geleia Hibisco e Maria Sem Vergonha

Comidas6

Para saber mais:

– Livro Plantas Alimentícias Não Convencionais (PANC) no Brasil – Guia de identificação, aspectos nutricionais e receitas ilustradas – Valdely Ferreira Kinupp e Harri Lorenzi – 2014

– Livro Entre o Jardim e a Horta, as flores que vão para a mesa – Gil Felippe – 2003

Caqui

Caqui

De acordo com o  Ceagesp, a época de caqui ocorre entre o meses de abril e maio, ou seja, agora agorinha!
O caqui tem origem na China e no Japão, mas se adaptou muito bem ao clima tropical brasileiro. É fonte de fibras, vitamina C e antioxidantes (betacaroteno e licopeno).
Pode ser consumido in natura, em saladas, utilizado em sucos, vitaminas, molhos, geleias, sobremesas…

Caqui (2)

Salada de Frutas com Creme de Caqui

Categorias:
– Sobremesa, café da manhã e lanches
– Vegana

Trufa de Amêndoa e Uva Passa

A receita dessa semana é para a sobremesa: trufa de amêndoa e uva passa! Uma receita maravilhosa da alimentação viva que não utiliza açúcar e nenhum outro ingrediente ultra processado!
Ótima opção para crianças, para festinhas de aniversário e outras ocasiões especiais!

Nessa receita utilizei alfarroba, mas quem quiser pode utilizar cacau em pó (de preferência sem açúcar).
Pra quem não conhece, a alfarroba é uma vagem. É muito utilizada em substituição ao cacau em pó por aqueles que possuem alergia a este ingrediente, e também na alimentação crudívora, pois o cacau encontrado no mercado é quase sempre torrado.

Trufa de Amêndoa e Uva PassaCategoria
– sobremesa
– vegana / alimentação viva

Para variar o sabor da trufa, pode-se substituir a amêndoa por qualquer outra castanha (pará, caju, nozes, etc) e a uva passa por qualquer outra fruta seca (ameixa, damasco, tâmara, etc). Crie!